Comunicados, Matéria, Notícias

Consignados podem ser suspensos por 120 dias

Spread the love

Foi aprovado pelo Senado o projeto de lei n. 1.328/20, que suspende por 120 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignado. A medida alcança quem recebe benefícios previdenciários, além de servidores e empregados públicos e do setor privado, ativos e inativos e segue agora para a análise da Câmara dos Deputados.
“O alvoroço foi intenso entre os servidores muncipais de Itu, isso demonstra a situação economica preocupante por que passam os servidores públicos e os empregados da iniciativa privada, bem como, os inativos e pensionistas” afirma o presidente do SISMI José Flamínio Leme

Conforme o texto aprovado, as prestações suspensas serão convertidas em prestações extras, com vencimentos em meses subsequentes à data de vencimento da última prestação prevista para o financiamento. As prestações suspensas não poderão ser acrescidas de multa, juros de mora, honorários advocatícios ou de quaisquer outras cláusulas penais. Também fica vedada a inscrição em cadastros de inadimplentes ou a busca e apreensão de veículos financiados, devido à suspensão das parcelas.

Estamos acompanhando os trâmites desse PL e informaremos os acontecimentos futuros através do nosso site e nas redes sociais institucionais do SISMI. Fique atento(a)!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *